Catálogo

Curso

En su sexta edición, el curso Fotografiando el Inconsciente llega por la primera vez en Barcelona en 2018.

08/24/2015

Esculturas invisíveis ao olho humano, fazem-se vistas apenas à exposição prolongada da câmera.

Curioso pensar que elas nunca de fato foram percebidas em sua totalidade por uma sensibilidade que não fosse eletrônica.

Aos humanos, aos pássaros e preás que por ali transitavam, os desenhos não passavam de traços rápidos fagulhas e fumaça.

Surgem de um momento engajado, de idéias que saltam da mente inquieta, buscam ganhar forma;

manifestam-se a partir da atenção aos pés no fundo macio do lago, das varetas incandescentes que esquentam o rosto e da água que faz resistência ao passo.

Como uma pintura abstrata, trazem símbolos e mensagens subjetivos, nada é explícito.

O que naquele instante parecia volátil prontamente solidifica-se no ar.

Faíscas sobre a água esboçam um conceito, uma experiência a ser assimilada.

Resta a promessa de novas esculturas etéreas.

IMG_7885-para site _MG_7890_MG_7893_MG_7899_MG_7900