Original work

Calefaction

Blog with long therm projects at their birth or casual series of everyday life. My creative process in its most dynamic and unpretentious format.

Catalog

Explore a selection of Vitor Schietti's fine art prints available. Delivery to any country in the world.

Curso

In its sixth edition, the Photographing the Unconscious workshop arrives for the first time in Barcelona in 2018.

Impermanent Sculptures

Desenhar ou pintar com a luz, uma técnica quase tão antiga quanto o surgimento da própria fotografia. Como o próprio nome do meio deixa claro, imagens fotográficas são justamente o grafismo composto por fótons cujo movimento, qualidade, direção e cor são capturados por uma superfície sensível à luz. A “pintura de luz” ou light painting sempre provocou encanto e mistério, especialmente sobre aqueles que não são familiarizados com o processo com o qual são produzidas imagens assim.

Após muitos anos aprimorando-me em técnicas de longa exposição comecei a experimentar mais no campo do Light Painting em 2015, sentindo-me agora com mais domínio técnico e clareza sobre que tipo de traços gostaria de riscar o ar. A luz torna-se pincel, o espaço ao meu redor é a tela, o papel sobre o qual escrevo perguntas, esboço respostas, ensaio pensamentos, revelo ou escondo mistérios. O tempo, neste processo, é o grande aliado que determina a distância capaz de percorrer o pensamento.

 

Na série fotográfica aqui proposta, utilizo fontes luminosas artificiais de pirotecnia e de lanternas de led, ou mesmo faróis de carros e luzes urbanas. Navego entre uma e outra fonte luminosa como o pintor que escolhe entre diferentes pincéis. As imagens criadas, mais próximas do abstracionismo do que do figurativismo, evocam símbolos elementares, como o triângulo, o círculo, ou passeiam de forma orgânica pelo cenário.

O resultado desse processo é a composição do que chamo Esculturas Etéreas. São formas compostas de luz, que jamais serão encontradas no mundo físico, e que nunca existiram de fato como as observamos através do registro fotográfico de longa exposição. São não mais que uma ilusão, o resultado de uma ação performática, um pensamento tangibilizado, imaginado por uma mente humana e testemunhado apenas por um olho mecânico, o da câmera fotográfica.